quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Panettone Recheado com Creme de Nutella

Última Gordice do Ano!

Super fácil e sucesso garantido, a dieta a gente deixa pra 2015 né?!

Peguei um Chocottone (seria melhor um Panettone, aquele com frutas, mas era o que eu tinha) e cortei em 3 camadas.
Para o recheio e cobertura: 2 caixinhas de creme de leite e um pote médio de Nutella. Bate o creme de leite um pouco antes e depois mistura a Nutella. 


Na hora de montar, antes de colocar o recheio, molhei a massa com um licor de Lichia que minha prima trouxe da China, chama-se Litchao, não é grosso e nem muito doce. Na falta deste qualquer outro licor que não seja muito doce vale, acho que também ficaria muito bom com Rum.

Não tive muito saco para bater o creme de leite na mão pra ficar no ponto de chantilly então o recheio ficou um creme não muito firme mas não comprometeu.

Acabando de montar coloquei mais creme por cima e decorei com uvas, cerejas e um pouco de açúcar de confeiteiro (esse eu coloquei bem pouquinho só em cima das frutas)


Feliz Ano Novo!!
Que 2015 seja cheio de Frivolités, saúde, sorte e surpresas boas!


Update:

Fiz outro hoje de manhã (01/01)... hahaha já começando 2015 com o pé na jaca!
Molhei a massa com um Vinho Rosé que sobrou da ceia de Ano Novo



segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Loja Querida do dia: Granado

Eu amo/sou louca por tudo que envolva cheiro: sabonetes, velas, cremes, etc.
Já havia visitado a loja da Farmácia Granado no centro do Rio e quase enlouqueci! Queria tudo, eu podia morar dentro daquela loja... mas ela é longe, vivia saudosa até que descobri que abriram uma filial (não tão grande mas tão bonita quanto a do centro) no Shopping Rio Design da Barra, parece que já tem algum tempo mas como não vou muito a esse shopping não sabia.
Na loja tem produtos Granado e também da Phebo, que foi adquirida pela Granado em 2004.

Estive lá ontem, gente, que felicidade!
Obviamente tive que me segurar pra não levar a loja inteira pra casa (então é assim: eu fico feliz mas sofro..hahaha)

Eles lançaram uma linha de maquiagem e esmaltes, tudo lindo.

maquiagem Phebo

Comprei sabonete líquido da linha Vintage.

Linha Vintage Granado

Essa caixa linda da linha Vintage, eu já tinha, ganhei faz algum tempo e estava sem coragem de usar, mas agora que sei posso repor facilmente.

Sabontes Vintage Granado


Essa linha nova da Phebo é maravilhosa, chama-se Mediterrâneo. Tem as seguintes fragrâncias: Alfazema Provençal, Cedro do Marrocos. Figo da Turquia, Limão Siciliano e Tuberosa do Egito.

Produtos Phebo

Todas ótimas, mas a minha preferida é a de Limão Siciliano. Tenho o creme hidratante para as mãos delicioso, não deve nada aos da L´Occitane. A Colônia também é uma delícia, muito refrescante e o sabonete (já comprava dele em farmácias normais) é o queridinho do momento lá em casa. E olha esse kit montado numa lata fofa (falou em lata fofa eu até me arrepio, amo, amo, amo)


Linha Limão Siciliano Phebo

Outros cremes para as mãos ótimos

Cremes para Mãos Phebo

As velas são lindas e cheirosas também mas acabei não fotografando... 

Este post não é patrocinado, não recebo nada para fazer propaganda da marca, apenas me sinto na obrigação de divulgar um produto que é nacional e de extrema qualidade.

Bisous!

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Feliz Natal!


Essa semana andei muito atarefada, com algumas pendências pra resolver e um gato doente (Edgard, sempre ele).

Pra mim 2014 foi um dos anos mais difíceis dos últimos tempos, em todos os aspectos: comecei o ano me recuperando da mordida do cachorro, no trabalho foi um desafio atrás do outro, aqui em casa a família cresceu inesperadamente, eram dois gatos e agora são quatro, Edgard chegou aqui acidentado e vive doentinho, demandando tempo e dinheiro quase infinitos, além de outras coisas que nem valem a pena lembrar.

Mas nem tudo foi tragédia. Também foi o ano que eu usei minhas férias pra cuidar de mim, fiz curso de Reiki, passei um fim de semana maravilhoso na Aldeia do Sol, conheci muita gente legal e por fim criei coragem pra fazer o blog. Um sonho antigo que estou tentando agora realizar a despeito de todas dificuldades.

Então, hoje dei uma pausa na correria da véspera de Natal pra vir aqui desejar um Feliz Natal pra todos nós. Que este restinho de ano seja repleto de amor e paz.

FELIZ NATAL!! 

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Vamos Aprender Francês?



Atendendo ao pedido de um amigo fiz uma lista de sites onde se pode aprender francês e vou compartilhá-la agora com vocês:

http://www.bbc.co.uk/languages/french/
O site é em inglês (bom que a gente estuda duas línguas ao mesmo tempo rss). Tem vídeos, teste de nível, exercícios, gramática, vocabulário.

http://www.tresbienfrench.com/
O site é segmentado por níveis: novato, intermediário, avançado e também por assuntos: gramática, medicina, viagem e negócios.

http://frances.forumdeidiomas.com.br/
Gosto bastante deste fórum que traz boas dicas. É bem diversificado, tem desde os provérbios em francês até temas mais avançados.

Bisous!

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Bûche de Noël

Aproveitando que dezembro é o mês da comilança quero apresentar pra vocês a Bûche de Noël, sobremesa de natal oficial dos franceses, canadenses, belgas e outros povos francófonos. 
A tradução para o português é Tronco de Natal e na prática nada mais é que o nosso bom e  velho rocombole: recheado, na maioria das vezes com chocolate, e decorado como um tronco de árvore. Hoje em dia estão mais elaboradas e na maioria das vezes não têm mais aquele look de tronco de árvore.

Minha avó fazia quando eu era pequena, mas não para o Natal, ela fazia como bolo de aniversário mesmo (ela era um gênio na cozinha, fazia tudo de cabeça, o lado ruim disso é que ela não deixou um caderno de receitas que eu pudesse herdar kkk).

Mas voltando à França, todo ano cada pâtissier faz a sua Bûche de Noël, eles buscam sempre surpreender e cada um possui a sua receita secreta. Separei algumas criações deles para 2014 (só pra gente sofrer  um pouquinho)

Pierre Hermé


Bûche de Noël Infiniment Mandarine:
A receita saúda todos o componentes da tangerina: a poupa, a casca, as raspas e o suco.
O bolo é molhado com o suco e o recheio leva compota e geleia de tangerina.
Preços: 48 euros (para 4 pessoas) e 82 euros (para 8 pessoas)

Pierre Hermé Bûche de Noël Infiniment Mandarine

Bûche de Noël Infiniment Vanille:
pâtissier combinou baunilhas do México, Tahiti e Madagascar para criar essa Bûche que leva ganache de baunilha e creme de mascarpone.
Preços: 48 euros (para 4 pessoas) e 82 euros (para 8 pessoas)

Bûche Infiniment Vanille Pierre Hermé

Jean Paul Hévin


Bûche Maboule
Faz parte da coleção "Folie Douce", numa mistura de loucura e criatividade o pâtissier traz uma ganache de chocolate ao vinho entre duas conchas de macaron cristalizados com laranja e gengibre, imprensada por dois hemisférios coloridos de chocolate amargo. A descrição é difícil mas o resultado deve ser delicioso.
Preço: 86 euros (peso 930g, serve 8 pessoas)

Bûche Maboule Jean Paul Hévin

Bûche Glacée aux Marrons
Pão de ló de Marron Glacé (um doce feito com castanhas portuguesas) com sorbet de framboesa, coberta com merengue italiano caramelizado e decorado com um marron glacée e um machadinho feito de chocolate .
Preço: 35 euros (serve 7 pessoas)

Bûche Glacée aux Marrons Jean Paul Hévin

Fauchon


Bûche Noël Victoria
Feito com framboesa e pistache
Preços: 50 euros (para 4 pessoas) e 80 euros (para 8 pessoas)

Bûche Noël Victoria Fauchon


Bûche Noël Éclat
Uma aliança perfeita de chocolate amargo, ao leite e branco, com baunilha, maracujá, manga e caramelo.
Preços: 60 euros (para 4 pessoas) e 120 euros (para 8 pessoas)

Bûche Noël Éclat Fauchon

Já se desesperaram o bastante?
Fui ver onde comprar uma Bûche de Noël aqui no Rio e achei na Boulangerie Guérin:

Bûche Noël Boulangerie Guérin

Feita com pão de ló de avelã recheado com creme de semente de cumaru da Amazônia e pranilé crocante de avelã. A cobertura é de chocolare Belga Callebaut (66% cacau da Fazenda Boa Sentença, na Bahia). A base é uma pâte sucrée de amêndoas. Serve até 8 pessoas e custa R$98,00.

Só de olhar já engordei uns 10 quilos!

Bisous!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Ideias para uma Reunião Informal

Essa semana fui ao Chá da Catarina, a bebê da minha prima Carol, que é uma grávida linda e organizou uma reunião pra aproximadamente 30 pessoas no apê dela. Não frequento muito chás de bebês mas acho que as coisas que vi por lá servem para qualquer reunião informal:

A mesa com as guloseimas maravilhosas lindamente decorada.


Flores e frutas ajudaram a criar o clima alegre e colorido 


 Bolinhos de cenoura com cobertura de Nutella. Divinos!


A mesa de salgados (acabei só fotografando os detalhes).


Guardanapos fofos e coloridos colocados dentro de Xícaras e espalhados pela sala.


Muitas flores espalhadas pela casa.



Copos descartáveis e uma caneta de dvd para os convidados marcarem seu nome e usarem durante a festinha. Um solução prática e sustentável.


 E a grávida mais linda do ano. Que a Catarina venha com muita saúde!


Bisous!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Dica de Leitura: A História Secreta de Paris

Como ladrões, vigaristas, cruzados, santas, prostitutas, déspotas, anarquistas, poetas e sonhadores transformaram um povoado Glaulês na cidade luz da Europa.


Escrito pelo inglês Andrew Hussey o livro tem 524 páginas (sem contar com as notas e referências bibliográficas) e conta a história de Paris desde aproximadamente 250 a.C., quando ela já era um povoado habitado pela tribo celta chamada Parisii (ou Parísios) até 2005. Adoro livros grandes, demora mais pra acabar (e quando acaba dá aquela depressão pós-livro hehehe). Ele é dividido em 9 partes cada uma correspondendo a um período.
A parte 1, chamada O Velho Oceano, que vai da pré-história até 987 d.C pra mim foi a mais difícil, apesar de me interessar muito pelos Celtas mas o enfoque do livro é outro e esse período da cidade não me cativou muito.
A partir da parte 2, Cidade da Alegria, que vai de 988 a 1460, a leitura foi ficando mais atrativa.
O autor procura narrar a história pela ótica das pessoas comuns e os cenários do livro, muitas vezes, são os bares, os cafés e as vielas mal iluminadas onde se desenrolaram noitadas e o dia a dia.
Não terminei de ler ainda mas já recomendo fortemente!

Bisous!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

A Cor do Ano para 2015

Desde 2000, todo ano a Pantone (empresa que criou um sistema de cores amplamente usado pela indústria gráfica e têxtil) lança uma cor para o ano seguinte.
E a cor do ano de 2015 será a Marsala 18-1438.



Mas pra que serve a cor do ano e de onde vem essa inspiração?
Essa tonalidade servirá para inspirar coleções de maquiagem, roupas, tintas de parede e outros produtos.
Segundo a empresa o objetivo não é escolher uma tonalidade da moda mas sim encontrar uma cor que represente os sentimentos e anseios das pessoas globalmente, de acordo com suas atitudes, estados de espírito e identificação. Então, teoricamente, ela já estaria inserida no imaginário das pessoas e a empresa detecta isso de alguma forma.
Marsala é o nome de uma cidade italiana e também de um vinho, o que nos traz uma sensação de sofisticação, elegância, é um tom terroso e quente. É a volta do Luxo!
Além da cor do ano eles disponibilizam paletas como sugestão de combinações:


Eu, de cara, não me identifiquei muito não, ainda estou muito apegada na cor de 2014 e também na de 2013, que são mais a minha "cara". Achei que essa paleta combina mais com inverno europeu, e esse luxo não faz muito parte da minha vida, mas vamos ver no que dá né?!
Só pra lembrar, vejam as cores dos anos anteriores:

as minhas preferidas são: 2008, 2013 e 2014

No site da Pantone (o gringo, pq no brasileiro ainda está a cor de 2014) eles contam todo o processo da escolha da cor e mostram como ela funciona na prática.
Vejam algumas fotos tiradas de lá:



Olhando assim, no tecido só enxergo "marrom", esperava algo mais "vinho", mas curti bastante a cor do batom.
E vocês, o que acharam?

Bisous!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Músicas Francesas

Uma vez, há muito tempo atrás, contei pra uma amiga que eu adorava música francesa e na hora ela rebateu dizendo que detestava. Gosto não se discute mas se fosse hoje perguntaria: O que você conhece de música francesa? Edith Piaf e Charles Aznavour? Adoro os dois, mas a música francesa de hoje vai muito além.
Quando eu estudava na Aliança Francesa de Botafogo (sem dúvida a melhor filial da Aliança) tinha acesso a um acervo de cds, dvds e livros do centro multimídia e podia levar o que quisesse emprestado. Foi lá que conheci Thomas Fersen, Carla Bruni, Henri Salvador entre outros.
Agora vou compartilhar com vocês os meus cantores/compositores preferidos:

Thomas Fersen
Cantor e compositor que faz sucesso desde os anos 90. As letras das músicas são divertidas, falam do cotidiano, impressões e sentimentos. Adoro a voz grave e o piano que ele usa em algumas músicas, como essa:



Au Café de la Paix fala sobre um encontro marcado num dos cafés mais famosos de Paris.

Carla Bruni
Podem me julgar mas eu gosto de Carla Bruni, tenho 4 álbuns dela (1 só tem músicas em inglês, mas ok).
Sua vida daria um filme: ela nasceu rica e linda,  já foi modelo, virou cantora e compositora, teve uma vida amorosa pra lá de diversificada, namorou os roqueiros Eric Clapton e Mick Jagger (trocou o primeiro pelo segundo), o magnata Donald Trump (Eca!), os atores Kevin Costner e Vincent Perez, o editor Jean Paul Enthoven (esse ela nega) e seu filho, o filósofo Raphael Enthoven (dizem que trocou, de novo, o primeiro pelo segundo, com quem teve um filho - e ele era casado! só esse babado já dava um filme). Por fim virou primeira dama da França, se casando com o então presidente Nicolas Sarkozy, teve uma filha com ele. Hoje faz a linha Mère de Famille e chama o Sarko de Mon Marri. 
Não sei se os franceses gostam muito dela, acho até que não... mas enfim, eu gosto da voz e de muitas musicas. Difícil escolher uma, mas é preciso, então ouçam essa mais recente onde ela cita as grandes estrelas da música francesa:


A música mistura francês e inglês e começa dizendo: "Quando tudo vai mal, experimente música francesa". Em outro momento fala que a música francesa nos levará a Paris. Acho fofa.

Henry Salvador
Cantor e compositor que adorava o Brasil e era considerado por muitos como precursor da Bossa Nova. Não preciso dizer mais nada, ouçam-no e vejam como não tem como não amar.




Brigitte
Duas  cantoras moderninhas que resolveram formar um Duo, o nome escolhido faz homenagem à Brigitte Bardot, Brigitte Fontaine e Brigitte Lahaie.




"M" (Mathieu Chedid)
Figura estranha que usa roupas chamativas e um cabelo no formato de M. Criou esse personagem para driblar a timidez e diferenciar seu trabalho do de seu pai e avô. Ele é mais conhecido pela música "Belleville Rendez-Vous" do filme As Bicicletas de Belleville. Eu gosto mais dessa musica aqui:




Vou parando por aqui porque o post tá longo e já deu pra ter uma ideia do meu gosto musical.

Se quiserem ouvir mais fiz duas playlists lá no Spotify. Só clicar Aqui ou aqui.

Bisous!

P.S- Veja também: Músicas Francesas- Parte 2

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

A Loja do Gato Preto

A Loja do Gato Preto


Pensem num lugar onde você encontra artigos para cama, mesa, banho, utensílios para cozinha e objetos de decoração ultra fofos e com bons preços.
Conheci essa loja na segunda vez que estive em Lisboa, em 2010, e me apaixonei. Achei o nome e o logotipo irresistíveis e entrei. Não preciso nem dizer que pirei nos artigos de cozinha e nas muitas coisas com estampas de gatos né?!

A loja foi criada em 1986 sob o lema: "Casas Livres, Donos Felizes". A inspiração para o nome surgiu quando a gata da casa "deu à luz" uma ninhada onde havia apenas um gato todo preto. Assim o gato preto tornou-se um sinal de sorte e virou símbolo da loja.  Eles sempre têm várias coleções com inspiração nos gatos com destaque para as canecas, os serviços (aparelhos de jantar, chá, café) e os têxteis.

O conceito da marca reflete um modo de vida não convencional e reverencia o gato para invocar o seu caráter independente, sensível, ágil e flexível.
Já comprei algumas coisas lá mas não tudo que eu queria por não poder carregar, meu sonho é que eles viessem para o Brasil. Enquanto isso fico namorando a loja online deles.
Olhem só o que vi por lá essa semana:

Artigos de Cozinha
A Loja do Gato Preto
canecas e pratos (dá pra fazer um serviço completo de cada coleção)


serviço de café A Loja do Gato Preto
serviço de café
Taças A Loja do Gato Preto
taças
Saleiro e Pimenteiro A Loja do Gato Preto
saleiro e pimenteiro

Luminárias 

Luminárias A Loja do Gato Preto
Eles chamam de Candeeiro, o da esquerda de pé, os da direita de teto

 Roupas de Cama


Roupa de Cama A Loja do Gato Preto


Eu falei lá em cima que os preços são bons, porém são em euros né, pra nós um serviço completo de jantar pode sair bem caro, um prato raso, por exemplo, sai a 4,95 euros cada um, um prato de sobremesa 3,95... imagina o jogo completo! 
Mas vou lhes dizer que achei coisas bem em conta lá, comprei um moedor de sal por 3,50 euros, um desses numa Spicy da vida não deve sair por menos de 80 reais.

Querem sofrer e ver os preços? Olhem a  loja online deles.

Bisous!

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

O que Comprar nas Farmácias Parisienses

Pra algumas mulheres entrar numa Pharmacie francesa é como chegar ao paraíso, são tantos cosméticos maravilhosos e com preços acessíveis que a gente fica tonta de felicidade. As brasileiras piram nas farmácias parisienses, sempre que eu entro numa posso logo identificar uma conterrânea com sua listinha na mão.

Sabe aquelas marcas que aqui no Brasil custam os olhos da cara? Vichy, La Roche Posay, Avène, Bioderma, Nuxe, Caudalie... Pois lá tem essas e muitas outras a preços até três vezes menor!
Resolvi então fazer uma listinha com o comparativo de preço pra vocês terem uma ideia:
A conversão dos preços pra reais é aproximada, ok?

* Huille Prodigieuse- Nuxe
É um óleo multifuncional e multiuso, pode ser usado no rosto, corpo e cabelo. A formula não contém silicone e é composta por extratos de 6 tipos de plantas e rica em Vitamina E.
A textura é seca, não deixa a pele oleosa e o aroma é delicioso (cheiro é uma coisa que me cativa né!)

Huille Prodigieuse Nuxe

Preços:
França: cerca de 18 euros (R$59,00) o normal e 23 euros (R$75,00) o `OR.
Brasil: ví numa loja de cosméticos por R$128,00 o normal.

* Rosa Angelica- Sanoflore
Novidade que vi no blog da Pharmacie Bader e já está na minha lista pra próxima viagem.
É um sérum hidratante feito com extrato de Rosa Damascena d´Été (Rosa Damascena de Verão) que, segundo eles, tem propriedades antioxidante, purificadora e calmante. Pode ser usado em peles sensíveis e no contorno dos olhos. Por causa da rosácea eu não posso usar qualquer coisa no rosto então sempre procuro duas palavrinhas mágicas nos rótulos: apaisante e peaux sensibles, que significa que o produto é calmante e pode ser usado em peles sensíveis.

Rosa Angelica Sanoflore

Preços:
França: 29 euros (R$94,00).
Brasil: não tem por aqui ainda e quando tiver vai ser carooo!

* Créaline H2O- Solution Micellaire- Bioderma
Queridinho dos maquiadores, é um demaquilante suave, sem cheiro, pode ser usado também na área dos olhos. É leve, tipo uma aguinha, e não irrita peles sensíveis. Já vi gente reclamando que ele não é tão eficiente quanto se pensava, que se você passar um leite demaquilante depois dele ainda sai sujeira da pele. A questão é ele se popularizou porque é muito usado nos backstages de desfile, lá as modelos trocam de maquiagem várias vezes e os maquiadores usam o Créaline porque ele limpa o suficiente pra fazer outra make sem irritar a pele. Então na minha opinião ele é muito bom quando você está se maquiando e erra, pra limpar e recomeçar, mas para limpar a pele antes dormir melhor usá-lo combinado com outra coisa: um sabonete liquido ou um leite demaquilante.

Créaline Bioderma

Preços:
França: o de 250 ml sai a aproximadamente 9 euros (R$29,00).
Brasil: vi preços variando de R$102,00 a R$111,99 em sites, não vi ainda em lojas físicas.

Up Date:
A Bioderma finalmente lançou esse demaquilante aqui, mas em duas versões: Sensibio, para peles sensíveis e Sebium, para peles oleosas. A embalagem de 100ml sai a R$30,00 e a de 250ml R75,00 então acho que ainda vale muito a pena comprar o Créaline lá.


* Redermic Yeux- La Roche Posay
Minha dermatologista havia me indicado o  Redermic C Hyalu Eyes, na França eu só achei com o nome de Redermic Yeux  mas parece que é a mesma coisa (os nomes as vezes variam de um país pra outro). É um sérum anti-sinais para a área dos olhos. Contém vitamina C e ácido Hialurônico. Ganhei uma amostra do mesmo produto para o rosto mas minha dermato falou pra só usar no pescoço porque a minha pele é sensível (que Karma, meu Deus!).

Redermic Yeux La Roche Posay

Preços:
França: paguei uns 21 euros no ano passado (R$68,00).
Brasil: Está na promoção na Panvel de R$148,00 por R$126,00.

Shampoos / Condicionadores
Fico doida com a variedade de produtos pros cabelos. São produtos bons, baratos e tem pra todo tipo de cabelo. É só pedir pras vendedoras que elas auxiliam a achar o produto indicado ao seu tipo.
Os meus preferidos são os da marca Klorane e Ducray. Custam algo em torno de 6 a 8 euros.



A Klorane tem um leave-in maravilhoso, o "Créme de jour sans rinçage au dathier du désert" (creme sem enxague feito com uma amêndoa do deserto), indicado para cabelos secos, danificados e quebradiços.

Crème de Jour sans Rinçage au Dauttier du Désert


Então, esses são os meu preferidos, o que acharam deles?
Tem dicas das farmácias aqui também.
Bisous!

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Água Aromatizada com Hortelã e Limão Siciliano

Quer fugir dos refrigerantes e sucos industrializados e matar e sede com uma bebida refrescante?
Então a dica é fazer água aromatizada em casa.

Você vai precisar de:
*1 litro de água com gás (eu gosto de fazer com a água Raposo ou a San Pelegrino, mas a primeira é difícil de achar no Rio e a segunda é bem mais cara)
*1 limão siciliano
*1 maço de hortelã
*Gelo à gosto

Modo de preparo:
É bom fazer bem na hora que for consumir pra não perder o gás da água.
Separe uma parte da hortelã para macerar e também um pouco da folhas soltas pra decorar.
Corte um pouco mais de meio limão em rodelas e tire o suco da parte menor.
Aí é só misturar a hortelã macerada com as rodelas e o suco do limão e derramar a água com gás.
Na hora de servir coloque o gelo, 1 rodela de limão e umas folhas de hortelã inteiras no copo pra decorar.
Se quiser pode coar a mistura pra tirar os pedaços da hortelã macerada, eu bebo sem coar mesmo porque hortelã é vida! rss


Usei duas porções de hortelã macerada porque como vocês podem ver na foto acima ela rende pouco.
A hortelã macerada não fica muito bonita mas só assim ela dá mais sabor e cor na água.
Não coloco açúcar nem adoçante porque a ideia é ser light e saudável, né?
Sirva bem gelado!

Bisous!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Testei: Shampoo e Condicionador Caseiros

Falei no último post da dica de uma amiga que não usa mais shampoos e condicionadores. Dei uma pesquisada no assunto e descobri um movimento nos Estados Unidos chamado "No Poo". que condena o uso de shampoos e condicionadores industrializados pois eles acreditam que a grande quantidade de substancias químicas presentes neles é prejudicial à saúde.
Segundo eles, o silicone e outras substâncias dão uma falsa sensação de limpeza, maciez e brilho os cabelos, enquanto na verdade sobrecarregam o couro cabeludo, que passa a produzir mais óleo.

Vamos às receitas:

Shampoo
1 medida de bicarbonato de sódio
2 medidas de água filtrada
Misturar tudo num recipiente.
Com os cabelos molhados, aplique a mistura e massageie suavemente. Deixe agir por 2 minutos e enxágue.

Condicionador 
Colocar num recipiente vinagre de maçã e umas gotas de azeite de oliva e passar nos cabelos logo após a primeira mistura.

Quando ouvi a descrição do que era usado como shampoo e condicionador pensei:
1) Nem morta que eu vou ter saco de fazer isso
2) Como assim não vou usar condicionador nos meus cachos?

Enfim, achei que meu cabelo iria ficar uma palha mas era domingo e resolvi tentar porque queria ver se melhorava uma irritação que vez ou outra aparece no meu couro cabeludo. Minha dermato disse que é estresse mas certos shampoos agravam a coceira, daquela marca TRESemmé eu não posso nem chegar perto.
Então fiz lá as misturas e fui testar, confesso que na hora do condicionador não aguentei e coloquei um pouquinho de creme só nas pontas (não consegui me desapegar, foi só um pouquinho pra ajudar a desembaraçar).
Vejam como ficou com os cabelos ainda molhados:


E com o cabelos já secos:


O que eu achei da experiencia?
Na hora da lavagem a primeira mistura dá uma certa agonia, obviamente não faz espuma e a sensação de massagear o couro cabeludo com o bicarbonato não é lá muito boa. A segunda mistura tem o incomodo do cheiro de vinagre, que sai depois do cabelo seco.
A sensação que ficou depois da lavagem foi boa, achei refrescante e o cabelos ficaram macios. Os cachos se formaram só no meio mas às vezes isso acontece mesmo.
No dia seguinte à tarde eu senti meu cabelo um pouco oleoso na raiz e começou a coçar do mesmo jeito. 
Então achei que todo o trabalho não valeu à pena pra mim. Não sei se teria que dar mais um tempo e tentar mais vezes mas não estou muito inclinada à fazer isso. 





domingo, 16 de novembro de 2014

Look do Dia e Outras Curiosidades

Na verdade, look da noite de ontem. Fui ao aniversário da minha amiga Luciara e coloquei esse vestido da Totem (a maioria dos meus vestidos são de lá, adoro!). Todas as amigas queridas elogiaram e eis que ao final da noite descubro que eu estava era fantasiada de cadeira da aniversariante.... Hahahhaa 
Tive que registrar né !

Paulla Pestana Moreira
não reparem na cara de fim de festa, ja estava de saída e morrendo de sono
Mas queria compartilhar também algumas coisas que aprendi lá:

* A Luciara serviu mousse de chocolate de sobremesa, estava maravilhoso, bem consistente e não muito doce, e nos contou uma experiência que teve num restaurante do Rio: colocar uma pitada de Flor de Sal (se não tiver serve sal grosso moído na hora) e um fio de azeite extra virgem em cima do mouse. Na hora uma amiga logo brincou dizendo que isso parecia desejo de grávida, todos rimos e fomos logo experimentar. Gente, é delicioso! Recomendo!

* A segunda dica: estava eu chorando as pitangas porque de uns tempos pra cá estou com sensibilidade no couro cabeludo e não posso mais usar qualquer shampoo que me dá uma coceira danada (a idade é uma merda!). E uma amiga que tem cabelos cacheados como o meu disse que agora só usa um shampoo caseiro supimpa: uma parte de bicarbonato de sódio para duas partes de água filtrada e umas gotas de óleo essencial de sua preferência pra dar um cheirinho. Só isso! Como condicionador ela usa uma mistura de vinagre de maçã com um pouco de azeite de oliva. Confesso que estou um pouco chocada e com uma preguicinha de mudar tão radicalmente a rotina com os cabelos, mas quando lembro que o shampoo mais barato que tenho usado custa 40 reais me dá vontade de tentar. Quando isso acontecer eu conto pra vocês e mostro o resultado.

Bisous!

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Pão de Abobrinha com Nozes.

Um das coisas que me fazem sentir falta de morar na Zona Sul é o Pão de Abobrinha do Café Botânica. Aqui pelas bandas do Camorim e Curicica (eu moro no primeiro e trabalho no segundo) na zona oeste, não tem dessas coisas então eu vivia saudosa dessa iguaria até que resolvi que iria fazer um em casa.
Na época da minha mãe isso seria um drama, ela passaria meses à procura da receita entre as revistas, com as amigas ou ficaria tentando criar uma. Mas hoje é diferente né, basta um click e várias receitas aparecem na sua frente (obrigada internet!). Mas aí fica a dúvida, qual é a melhor? Eu geralmente faço uma média entre elas e mudo uma coisa aqui, outra ali. Mas quando estou com preguiça pego a que for mais simples mesmo.

Foi assim que achei essa receita aqui:
1 e 1/2 xícara de abobrinha ralada
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de sal
1 pitada de ervas
1/4 de colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 xícara de óleo
3/4 de xícara de queijo ralado
2 ovos.

Anotaram?
Então agora rasguem, porque eu mudei tudo! hahahaha
Não seria eu se não mudasse a receita, né?! Começo logo implicando com essas medidas. Quem no mundo faz uma receita com medidas tão fracionadas? E colher de chá, gente, pra quê colher de chá? Quem tem colher de chá em casa? Eu, por acaso, até tenho mas.. bah.. preguiça dessa receita.

Fiz assim:
Uma abobrinha ralada inteira (tamanho médio, aquele miolo mais denso, cheio de semente eu descartei)
2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras
2 colheres de chá de fermento em pó (ok, usei a colher de chá, mas acho que dá pra trocar por 1 colher de sopa)
1/2 colher de chá de sal (moído na hora com ervas: alecrim e cominho)
1 pitada de ervas (alecrim e tomilho)
1 pitada de bicarbonato de sódio (sei lá por que isso, então usei)
1/2 xícara de óleo
2 colheres de sopa cheias de queijo ralado pra colocar na massa e mais um pouco em cima antes de assr
2 ovos.
Nozes picadas

Aí é só misturar os ingredientes todos, colocar na fôrma, salpicar o queijo ralado (coloquei um fio de azeite tb) e assar.

pão de abobrinha

Vocês viram que deu pouca massa, né? Se eu não tivesse mudado a receita seria menos ainda, ia faltar massa pra minha fôrma.

pão de abobrinha

Taí o resultado. Essa receita tá mais pra bolo do que pra pão e sempre acho que essas massas que levam óleo não crescem muito, mas ficou bem macio, cremoso e saboroso.
Raparem que fofo esse pratinho com os gatinhos, só tenho um porque comprei em Lisboa na Loja do Gato Preto e não cabia mais na mala (sempre esse meu drama de querer comprar mais coisas, mas não querer carregar) ainda vou fazer um post sobre essa loja que eu amoooo, aguardem.

Agora, vocês estão à vontade pra fazer a receita original ou a minha. Mas me contem como foi, ok?!

Bisous!