sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Look do Dia

Paula Pestana Moreira
foto feita na correria, cabelos rebeldes e sem make

Hoje é dia de festejar o último capitulo de Geração Brasil, eu resolvi já sair de casa meio "arrumada" porque a festa é às 19h em Botafogo e eu só saio do projac depois que todos os blocos estão prontos (quase sempre isso acontece já com a novela no ar). Ainda tenho um longo e trabalhoso dia pela frente.
Já atrasada pra sair catei esse vestido da Totem no armário porque achei que ele, pela cor, combinava com o tema.
Antes de sair acordei Dudu pra perguntar: "Estou bonita?"
Ele abriu um olho e respondeu: "Está... está parecendo uma salada"
Bom dia pra vocês também!

Update:
Pela primeira vez acabei não canseguindo sair do projac a tempo de ir à festa😞
Foi muita correria, nem pude desfilar o meu look salada e festejar com a equipe.
Mas pelo menos eu fugi do meu habitual look projaquiano: jeans e tênis.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Onde Comprar Cosméticos em Paris

Pharmacie Bader

Todos os blogs que eu conheço indicam a Citipharma da rue du Four como a farmácia mais barata de Paris. Eu, na verdade, nunca tive paciência pra procurá-la, a minha preferida desde 2005 é a Pharmacie Bader que fica no boulervard Saint Michel.
Mas por que ela é minha preferida?
Os preços são bons, ela é grande (dizem que a Citipharma é pequena e vive lotada), fácil de achar, abre aos domingos, tem muitas promoções e sempre que eu compro lá ganho várias amostras grátis (isso sim conquista a minha fidelidade!). Pra completar, na minha última, visita em outubro do ano passado, vi que eles contrataram uma vendedora que fala português só atender nós brasileiras.
Eles e têm um blog que eu sempre acesso pra ver as novidades.
Anotem os endereços:

Citipharma
26, rue du Four - 75006
Metrô Saint-Germain-des-Près (linha 4) ou Mabillon (linha 10)

Pharmacie Bader
10/12 boulervard Saint Michel- 75006
Metrô Saint Michel (linha 4)

Neste outro post aqui fiz uma listinha de cosméticos pra comprar nas farmácias francesas.

Bisous! Au Revoir!

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Dicas de Lisboa

Algumas pessoas me perguntam porque eu sempre volto a Lisboa. Já estive lá 4 vezes e pretendo voltar muitas outras por vários motivos:
Primeiro porque todas as vezes que fui à Europa meus vôos tinham conexão em Lisboa e eu sempre acho muito vantajoso fazer um stop de 3 ou 4 dias, sai pelo mesmo preço de ir direto e te poupa do estresse que é fazer a conexão quando se tem pouco tempo.
Depois porque eu gosto, e muito, de Portugal. Seja por causa das minhas raízes (vejo as senhorinhas portuguesas na rua e lembro da minha saudosa avó materna) ou porque Lisboa é uma cidade linda, barata e tem uma culinária maravilhosa (sabe que comida é uma coisa que conquista o meu coração né?!).
Então vamos às dicas:

Onde ficar

Indico dois lugares onde já me hospedei e seguem a linha BBB, bom, bonito e barato, eu acrescentaria um quarto B de bem localizado.
Grapes & Bites- Hostel and Wines
Rua do Norte 83, 1º andar- Bairro Alto
Super barbada! Um Albergue temático, muito aconchegante e incrivelmente barato. Está localizado no Bairro Alto, um bairro com animada vida noturna, cheio de bares, restaurantes e casas de fado.
Tem acomodações em quartos mistos e também  suítes com banheiro privativo. A decoração é toda dedicada ao vinho português e embaixo tem um bar/restaurante com o mesmo nome.
A diária de uma suíte sai a 55 euros com café da manhã incluído, e uma cama em quarto compartilhado 14 euros, ótimo custo/benefício.
É possível reservar e ver mais fotos. pelo booking.com.

Grape & Bites- Hostel and Wines


Gat Rossio
Rua Jardim do Regedor, 27-35 - Rossio 
Da rede Gat Roons, é um hotel com visual moderninho situado no centro de Lisboa, próximo à estação do Rossio, linda estação de trem construída em 1886.
Destaque para os maravilhosos itens de toillete (shampoo, condicionador, sabonetes e creme hidratante) da Korres Cosmetic. A Korres é uma marca grega de cosméticos naturais (isso é assunto para um outro post).
O preço da diária com café da manhã para duas pessoas fica na faixa dos 90 euros para o quarto duplostandard e 104 euros o quarto duplo superior. Reservas  e mais informações no site deles.

Gat Roons Rossio

Onde beber/comer
Grapes & Bites
Rua do Norte 83, térreo- Bairro Alto
É o bar/restaurante do albergue, tem uma vasta carta de vinhos portugueses e boa comida.
Lá bebi sangria de vinho tinto e pra petiscar uma tábua de queijos portugueses divinos.

Grapes&Bites Bar e Restaurante

Lisboa Cheia de Graça
Rua da Atalaia 75- Bairro Alto
Pequeno e aconchegante bar que serve comidinhas deliciosas. A dona é Sheila, brasileira radicada em Lisboa, cozinheira de mão cheia e ótima anfitriã. O que aquela mulher consegue fazer com tão pouco espaço é surpreendente. A decoração também é uma graça, tudo feito por ela. Vale muito a pena conhecer.

Lisboa Cheia de Graça

Update:
O Lisboa Cheia de Graça está com dois novos endereços no Bairro Alto:
Travessa do Poço da Cidade 48
Rua da Barroca 92
Ambos funcionam de 16:30 às 24h

A foto abaixo eu peguei na pagina do Lisboa Cheia de Graça no facebook

Lisboa Cheia de Graça

Dicas importantes:
*Nos pontos turísticos, meios de transporte e ruas mais movimentadas, tenha muito cuidado com sua bolsa/carteira/celular. Em Lisboa, como em outras capitais da Europa, não costuma haver assaltos à mão armada e violência mas tem muito o que eles chamam de pickpoket, batedores de carteiras, pessoas bem vestidas que não levantam suspeitas e agem de maneira muito silenciosa.


*Brasileiros gostam muito de azeite, não é? Eu sempre reparei que nos restaurantes eles nunca colocavam azeite na mesa e quando eu pedia os garçons faziam uma cara esquisita, um deles uma vez perguntou de forma ríspida "quer azeite pra quê?" Fiquei com medo de apanhar...rsss.  Até que percebi o motivo da irritação deles, eles usam muito azeite na preparação da comida, se você pede azeite pra acrescentar no prato é como se dissesse que a comida não está boa, não está bem temperada. Então se não quiser levar uns foras de garçons impacientes contente-se com o azeite que já vem na comida (que é bem razoável).

Bisous! Au revoir!

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Dicas de Buenos Aires

Eu fui a Buenos Aires apenas uma vez e não dispunha de muito tempo, foram só 4 noites, mas foi o bastante para o Dudu passar do impaciente " o que a gente está indo fazer em Buenos Aires?" para o agradecido "temos que voltar um dia".
Já digo logo que não fizemos a maioria dos passeios que todo mundo faz. Exemplos:
*Não fomos ao Caminito.
*O Estádio do Boca só vimos de longe (Graças a Deus!)
*Nada de shows de tango, nem feirinha de San Telmo ou sei lá o que mais todo mundo faz...
Nada contra os programas turísticos normais, mas estávamos em outra vibe, eu estudei bastante a cidade antes de ir e decidi que queria ficar no Palermo Soho. Não podia ter escolhido bairro melhor, tem muitos bares, restaurantes, galerias de arte, um lugar gostoso de andar e bonito de se ver.
O que fizemos então?
Fomos aos museus, os maravilhosos MALBA (Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires) e o Nacional de Belas Artes. Andamos muito, pelos parques, pelas ruas de Palermo e Recoleta, passamos horas olhando os livros e admirando a livraria El Ateneo. E comemos, como comemos...só de pensar tenho vontade de voltar.

Então anota aí as minhas dicas de Buenos Aires:

Hospedagem


Soho Suites
Thames 1407 (esquina Cabrera)
Nada de hotel, com aquelo serviço impessoal, ficamos no neste Bed & Breakfast fofo, mas sem muitos requintes. Trata-se de um sobrado com 6 suítes que fica em cima do ótimo La Cabrera, restaurante onde jantamos logo no primeiro dia. Fomos recebido por Priscila, uma ótima anfitriã, muito simpática e atenciosa nos deu valiosas dicas. A diária para casal sai a 85 dólares na alta temporada e 80 na baixa. O único porém é que, como o bairro é bem boêmio tem um pouco de burburinho de gente na rua, o restaurante não fecha muito tarde mas fica um povo meio bêbado falando alto passando na rua até bem tarde. (algo me fez lembrar do tempo que eu morava na Gávea), mas a dica é sair e aproveitar a noite do bairro que é muito animada (dormir cedo pra quê né!)

Soho Suites Buenos Aires

Onde Comer


La Cabrera
Cabrera 5099 e Cabrera 5127- Palermo Soho
Restaurante especializado em parrillas (o maravilhoso churrasco argentino) no Palermo Soho, está sempre cheio, quem não tem reserva enfrenta fila mas eles procuram te deixar confortável oferecendo uma taça de espumante (pelo menos no jantar). Comemos Ojo de Bife e vem um  monte de acompanhamentos em pequenas porções mas dá pra 2. São dois restaurantes na mesma rua, no site deles dá pra fazer reservas. Acabei não fazendo fotos de lá, mas é bem bonito por dentro.

Don Julio
Guatemala 4691 (esquina Gurruchaga)- Palermo Viejo
Outro restaurante com maravilhosa Parrilla e uma extensa carta de vinhos. O bacana é que ele é todo decorado com as garrafas de vinho que os clientes autografam depois de beber, são muitas garrafas com recados variados e em diversas línguas. Dá uma olhada no site deles.

Parrilla Don Julio Buenos Aires


El Sanjuanino
Posadas 1515- Recoleta
Esse é bem turístico, melhores empanadas da vida! Acho que provamos quase todas.
As minhas preferidas foram: verdura, carne suave e roquefort. A de Choclo (milho) é diferente, gostei tb.
Esse post está me fazendo sofrer, queria me teletransportar pra lá agora!!

El Sanjuanino Buenos Aires

Agora preste atenção num lugar que foi fundamental para a conversão de marido resistente à viagem:
Bodega Cervecera
Thames 1759- Palermo Soho
Achamos por acaso, bem na rua do nosso hostel, um pequeno bar/loja de cervejas. Um lugar que reúne o melhor da produção nacional e conta com rótulos de cervejeiros underground, locais e de países vizinhos, segundo o meu expert em cervejas (pq eu não entendo nada) são todas excelentes e trazem características distintas que refletem bem o espírito das suas regiões e a criatividade destes cervejeiros. Enfim, é o paraíso pra quem curte cerveja artesanal.

Bodega Cervecera Buenos Aires

Compras/ Presentes


Papelera Palermo
Cabrera 5227- Palermo Soho
É uma papelaria, mas não é qualquer papelaria. Sou suspeita pra falar porque enlouqueço quando entro em papelarias, amo tudo: blocos, cadernos, papeis de presente, cartões. Essa é diferente por tudo que está à venda foi produzido lá mesmo, desde o papel até a encadernação e eles têm um espaço para cursos de encadernação, origami, impressão e serigrafia. Comprei caderninhos lindos, mas acabei dando todos de presente. Se tivesse ficado com algum certamente ele estaria guardado e intacto por causa da minha eterna mania de amar mas não usar meus cadernos e blocos mais fofos.

Papelera Palermo Buenos Aires

Então, deixei vocês com vontade??

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Brechó em Paris

FREE'P'STAR

Conheci no ano passado. São três boutiques de roupas e acessórios vintage para homens e mulheres, essa é a definição que tem no site deles, traduzindo: é um brechó que vende artigos de segunda mão mesmo, mas tudo em ótimo estado.  As três lojas ficam no Marais.

Brechós em Paris

Eu entrei em duas mas acabei não comprando nada por motivos de:
*falta de paciência.
*falta de ar (é muita roupa e gente para pouco espaço).
*falta de tempo e espaço na mala.

Minha amiga encheu uma mala só com coisas que ela comprou nos brechós de Paris ( tem um outro em Montmartre que eu não guardei o nome, pq nesse eu não consegui ficar sequer 1 minuto, era muito abafado e tinha cheiro de poeira).

Fiquei com uma certa inveja branca porque ela comprou coisas lindas e com ótimos preços mas eu não estava com disposição e pra esse tipo de loja você tem que ter tempo e ânimo pra garimpar. Os preços são realmente muito bons, variando entre 5 a 20 euros. Tem muita coisa de marca e em bom estado, porém com aquele cheiro de guardado (isso é que me desanima), mas como diz aquele ditado "lavou tá novo" né!
Então se você é dessas que tem olho bom pra pescar roupas em araras lotadas vai lá e se joga, mas não espere encontrar vendedores atenciosos à sua disposição, geralmente são 1 ou 2 pessoas tomando conta de tudo e você que se vire.

Anote os endereços:
8 rue Sainte-croix de la Bretonnerie, Paris 4è.
Metrôs: Rambuteau, Hôtel de Ville ou Saint-Paul.
Funciona de segunda à sexta das 11 às 21h. Sábado e domingo das 12 às 21h.
Aberta nos feriados.

61 ruede la Verrerie, Paris 4è.
Metrô: Hôtel de Ville.
Funciona de segunda à sexta das 11 às 21h. Sábado e domingo das 12 às 21h.
Aberta nos feriados.

20 rue de Rivoli, Paris 4è.
Metrô: Saint-Paul.
Funciona de segunda à sexta das 11 às 21h. Sábado e domingo das 12 às 21h.
Aberta nos feriados.

No site deles não tem nada, só os endereços e o mapa.

Juro que da próxima vez que eu estiver por lá vou separar um dia (e uma máscara de oxigênio)pra ir lá garimpar e fotografar os achados pra mostrar aqui.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Hemp Body Butter- The Body Shop

Chanvre Beurre Corporel The Boby Shop

Como sempre o nome em francês é lindo: Chanvre Beurre Corporel. É uma manteiga corporal feita com óleo de sementes de Cânhamo (Vulgo: sementes de cannabis )
Comprei na minha última viagem porque estava na promoção (o pote de 50ml custava inacreditáveis 2 euros -por que meus Deus eu não comprei uns 5 potes?) e também porque achei pitoresco. Confesso que na hora me deu um certo medo de ter problemas ao entrar no Brasil mas resolvi arriscar.
Foi uma grata surpresa. A textura é ótima, muito hidratante e à princípio o cheiro é estranho, não achei ruim mas diferente, hoje até acho bom.
Numa rápida pesquisa descobri o óleo de cânhamo é usado como suplemento alimentar, contém  omega 3, 6 e 9,  calcio, Magnésio, Potássio, Sulfuretos, Fósforo, Ferro e Zinco. Para a pele é altamente hidratante, usado no tratamento de eczemas, psoríase e acne (mas atenção: essa manteiga não é feita para usar no rosto!!)
Uso nas partes mais ressecadas do corpo, como joelhos e cotovelos, mas também já usei na canelas e nas mãos em dias frios.
O primeiro pote já esta no fim e tenho outro fechado, na próxima viagem estará na minha lista com certeza (na verdade eu trouxe 3 e dei 1 pra um amiga, se soubesse que era tão bom tinha ficado com tudo kkkkk)
Possibilidades de comprar aqui no Brasil? A Body Shop comprou 50% da Empório Body Store (marca brasileira, muito similar à marca inglesa, mas a meu ver com preços nada democráticos ). Para entender melhor essa bagunça Body Shop x Body Store veja essa matéria da Vogue e tb aqui no comunicado oficial da marca brasileira.
A previsão é que já neste mês tenhamos produtos da Body Shop por aqui mas já aviso logo que a linha Hemp não vem, parece que a nossa legislação não permite. Que caretice! Já está passando da hora de liberar o uso medicinal e cosmético dessa bagaça, né gente?!!
Na verdade o cânhamo industrial não tem nada a ver com a maconha, é uma variedade da planta cannabis que tem menos de 0,5 de THC (a substância alucinógena da maconha). Ele é muito usado na indústria têxtil e mais recentemente as sementes têm sido usadas como complemento alimentar.
Para saber mais sobre o cânhamo leia aqui.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Paris para Principiantes


Esse é o primeiro dos muitos post que vocês verão sobre Paris por aqui. Porque eu amo, simplesmente amo essa cidade.
Minha primeira vez em Paris foi em 2005, era primavera, eu fazia uma viagem de mochilão com amigas e já tinha passado por Lisboa, Porto, Madri e Barcelona. Estava adorando tudo e não tinha muita expectativa para Paris, na verdade eu achava um certo exagero tudo o que falavam, já estava tão feliz com o que tinha visto que nem ligava se tivesse que voltar pra casa sem ver a "cidade luz".... sabia de nada, inocente.
Na hora em que eu saí do metrô (chegamos em Paris de trem vindas de Barcelona) bem no meio do Boulevard Saint Germain tudo mudou, foi, como dizem os franceses un coup de foudre, amor à primeira vista. Eu me apaixonei pela cidade e pela língua (já havia estudado francês no colégio mas não me lembrava de nada).
Ficamos num albergue no Quartier Latin. o BVJ (Bureau de Vouyages de la Jeunesse). É indicado pra quem é jovem e despojado, barato, bem localizado, tem chuveiro no quarto mas o toillete fica no corredor. Fornecem roupa de cama e café da manhã (tolhas de banho não). Eles têm outra unidade próxima ao Louvre.
nosso quarto no BVJ.

Foi muito importante naquela primeira visita ter ficado no Quartier Latin, é um bairro bem turístico, dá pra ir à pé para boa parte das atrações cidade.
A geografia de Paris é muito peculiar, a cidade é dividida pelo rio Sena (la Seine)que a corta de leste a oeste por 13km. A partir daí temos a classificação Rive Gauche (margem esquerda) e Rive Droite (margem direita).
Na Rive Gauche estão: Tour Eiffel, Musée D´Orsay, Saint Germain des Prés, Pantheon, Quartier Latin. Já na Rive Droite encontramos: Louvre, Ópera Garnier, Trocadéro, Centre Pompidou. No meio do Rio (geograficamente não é tão meio assim) tem duas ilhas, Île de la Cité e Île de Saint Louis, o coração de Paris, onde a cidade surgiu. Na Île de la Cité encontramos a Catedral de Notre Dame, a Saint Chapelle.
A cidade é dividia em departamentos administrativos chamados de Arrondissements. São ao todo 20 arrondissements distribuídos seguindo uma espiral que se desenvolve no sentido dos ponteiros do relógio partindo de um ponto central da cidade localizado no Louvre (1e arrondissement).
Olhando o mapa parece um caracol  e a lógica é: quanto mais alto o número do arrondissement mais longe do centro ele está.

mapa de paris


Considero que ficar bem localizado em Paris é se hospedar entre o 1º e o 8º arrondissement. Isso significa poder ir à pé pra maioria das atrações, flanar pelas margens do Sena sempre que desejar e não ter que ficar o tempo todo andando por debaixo da terra que nem tatu...rss. A cidade é muito bem servida de metrô e trem (chamado RER)  é fácil se deslocar, mas isso não quer dizer que seja prático, tem sempre que fazer baldeações e os corredores são enormes e nem sempre têm de escada rolante como aqui.
Eu gosto de ficar no baixo Marais (4º ) ou no Quartier Latin (5º), já fiquei duas vezes em cada bairro, amo-os igualmente, não consigo escolher qual é o melhor..rss
Costumo reservar os hotéis pelo Booking.com lá tem opções para todos os gostos e é possível conseguir bons preços se reservar com bastante antecedência.
Na segunda vez eu fiquei num hotel bem simples mas muito bem localizado também no Quartier Latin, o Home Latin.
Já na terceira eu resolvi alugar um apartamento pelo site Airbnb. Fiquei num pequeno estúdio no alto Marais o dono chama-se Arnaud Seguillon, ele e o sócio Romain têm vários apartamentos para alugar, dos mais variados tamanhos, todos reformados e muito bem equipados. É uma ótima pra quem já conhece a cidade, geralmente os preços são melhores que dos hotéis.
Na quarta aluguei outro studio do Arnaud pertissimo do Centre Pompidou mas direto no site dele, o Apart Inn Paris, como tinha dado tudo certo pelo airbnb fiquei mais confiante de alugar direto com ele, sai mais barato pq não tem que pagar a taxa do site.
O bom de alugar um apê é que além de vc ficar mais à vontade, tem certos luxos como frigobar ou geladeira (digo luxo pq é pouquíssimo comum em paris os hotéis oferecerem frigobar no quarto). Não tem outros luxos, como arrumadeira, serviço de quarto. Mas acho uma boa opção por exemplo pra mais de 2 pessoas, família com filhos etc.

Bisous!

domingo, 12 de outubro de 2014

Hidratação Labial

Eu passo mais de 50% do meu dia enfurnada num ambiente com o ar condicionado gelado, é praticamente uma sucursal da Sibéria. Além das mãos, o lábios sofrem muito, ressecam, ardem, se não hidrato bem eles ficam um bagaço.

Sempre fui viciada em protetor labial e já tive vários, nacionais, importados, com cheiro, sem, etc. Última coisa que eu fazia antes de dormir era passar protetor labial e às vezes no meio da noite eu acordada com eles secos e repassava. Ficava meio preocupada de depender tanto deles, procurava comprar os sem parabenos  (claro que estes só dá pra comprar fora do Brasil, aqui o preço é proibitivo.)

E eis que em dezembro no ano passado eu fui mordida por um cachorro na boca! Quase uma tragédia, levei 7 pontos no lábio inferior, foi uma barra. Além da mordida ele ainda deu uma patada no meu rosto, eu tenho rosácea e minha pele logo inflamou. Minha dermatologista, foi ótima, me atendeu de emergencia, fez sessões de LED que ajudaram bastante na cicatrização e hoje eu praticamente não tenho sequela nenhuma, só uma pequena cicatriz, tem gente que só percebe quando eu falo.
Mas voltando aos lábios, enquanto estava com os pontos só passava Nebacetin, por recomendação médica, mas já no fim comecei a mesclar com o Cicaplast Baume B5 da La Roche-Posay, que é um multi-reparador e pode ser usado nos lábios. Depois que tirei os pontos a minha dermato mandou usar Bepantol Derma. Os dois produtos tem Panthenol na composição, a textura deles é que é diferente, o Cicaplast é um bálsamo e o Bepantol é creme deixa os lábios mais brancos mas também dura mais.
Hoje uso mais o Bepantol nos lábios e o Cicaplast eu uso nas cutículas, em pequenos cortes e arranhões dos gatos (O Edgard não enxerga muito bem, se assusta com qualquer barulho e me arranha com frequência) 

Essa semana recebi um email da Panvel (pra quem não conhece é uma farmácia do sul que vende pela internet e entrega em todo Brasil, geralmente com preços muito bons) apresentando o Bepantol Derma Reparador Labial. É o mesmo Bepantol mas com uma textura mais leve. Não comprei ainda, estou pensando se vale a pena.

Cicaplast x Bepantol

Vamos aos preços: (vi hoje no site da panvel)
Cicaplast Baume B5 40ml- R$38,16
Bepantol Derma creme 20g- R$29,48
Bepantol Derma Regenerador Labial 7,5ml- R$29,70 (pra quem tem cadastro, pq o preço sem fazer login na minha conta estava R$32,30)

Conclusão

A Bayer  muito esperta, logo sacou o frenesi das mulheres em torno do Bepantol (tipo o hipogloss nos anos 80, minha avó usava pra tudo rss) e lançou o mesmo produto, só com textura diferente porém bem mais caro... São 7,5ml ao mesmo preço dos 20 gramas do Bepantol Derma antigo...

Bisous!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Salada de Arroz Preto

Salada de Arroz Preto

O arroz preto é cultivado na China há mais de 4 mil anos, era chamado de "Arroz Proibido", pois só o Imperador podia consumi-lo (os súditos produziam para o Imperador comer).
Comparando com o arroz integral comum o arroz preto possui 20% a mais de proteína, 30% a mais de fibra, tem menos gordura e valor calórico. É também mais rico em compostos fenólicos (substâncias antioxidantes).
A película que envolve o grão do arroz preto é rica em hidratos de carbono, óleos, proteínas, compostos fenólicos, fibras, cobalto, vitaminas: A, B1, B2, B6, niacina, ácido nicotínico, ácido pantatênico, pró-vitaminas C e E.
O resultado disso tudo é que ele previne o envelhecimento precoce, a hipertensão arterial, o diabetes, doenças de pele, além de beneficiar o funcionamento do coração e dos rins.
É gostoso mas tem um cheiro forte, parece defumado, já fiz risoto de funghi com ele e ficou um pouco enjoativo. Acho que ele fica melhor frio, na salada.
Adoro fazer salada porque dá sempre pra variar os ingredientes. Anota aí:

Ingredientes

2 xícaras de arroz preto cozido (deixa esfriar)
Cebola roxa picada (deixar de molho na agua fria pra sair o ardido)
Tomates Sweet Grape picado (aquele mais docinho, no formato oval, menos acido que o tomate cereja)
Champignons em conserva cortados em lâminas (pode ser substituido por shitake ou shimeji cozidos com sakê e molho shoyo)
Nozes picadas
Passas claras (sempre coloco algo doce nas saladas)
Carambolas cortadas em lâminas e folhas de alface para decorar.
Azeite extra-virgem
Sal grosso moído com ervas.

Cozinhe o arroz na água e sal e deixe esfriar, depois é só juntar todos os outros ingredientes e decorar.

Fica linda e saborosa!

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Cremes para as Mãos

Trabalho o dia todo no ar condicionado e lavo muito as mãos tb ( não chega a ser toc não tá, rss). Por isso tenho sempre na bolsa um creme hidratante para as mãos. Então vou mostrar aqui alguns cremes que eu tenho é já usei

Aflorá- Eudora

De Flor de Maçã e Lichia- o cheiro é bom, mas no quesito hidratação deixa a desejar, é bem leve, serve mais pra deixar a mão cheirosinha.

Rose 4 Reines- L´Occitane

Gosto do cheiro de rosas dessa marca e hidrata bem..

Cold Crem- Avène

Eu amo, amoooo, o cheiro dos produtos Avène, um cheirinho que me lembra Paris... ahhh... 
Esse é mega hidratante, feito para proteger do frio, não dá pra ficar usando aqui no calor dos trópicos pq fica muito pegajoso.

Karité- L´Occitane

Cheiro suave, bem neutro e boa hidratação

Ictyane- Ducray

Marca francesa, ganhei vários de amostra grátis na minha última passagem pela Pharmacie Bader (a minha preferida em Paris, depois dou essa dica). O cheiro é mais o menos, a hidratação é ok, não compraria (já deu pra perceber que cheiro pra mim é uma coisa fundamental né?!). Mas guarde o nome dessa marca, tem shampoos bons.

Agora tem um que eu estou viciada (a foto é do site da L´Occitanne pq o meu está no último suspiro):


Creme de Mandacaru-  L´Occitane au Brésil

O cheiro é maravilhoso, acho que dá uma sensação de hidratação melhor que os outros dois cremes da marca que eu tenho da mesma marca, com a diferença que ele é feito no Brasil e o preço é um pouquinho (bem pouquinho mesmo) mais em conta.

Tem outros vendidos nas farmácias comuns que eu acho ok, os da Granado e Nívea Q10, por exemplo.

E vocês, quais são os seus preferidos?


segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Requeijão Light de Ricota

Receita super fácil 

Vários sites de culinária dão receitas de requeijão caseiro (vi umas que mandam colocar margarina, Deus me livre!! eu não ponho margarina em nada nessa vida), então eu li algumas e fiz uma média (sempre mudo as receitas quando faço, pra mim é impossível seguir uma receita à risca...rss). 

Então vamos aos ingredientes:
250g de ricota
1 pote de iogurte natural (acabo usando o integral pq os desnatados que eu acho sempre têm adoçante)
Sal (minha dica para o sal: na minha casa só entra sal grosso, eu coloco num moedor junto com cominho em grão e alecrim e môo na hora a quantidade que vou usar).
1 fio de azeite extra virgem

sábado, 4 de outubro de 2014

Salut! Olá!

Frivolidade do dia!
Frivolité em francês tem muitos sinônimos: frivolidade, bagatela, futilidade, leveza.
Há muito tempo queria abrir um espaço pra compartilhar dicas sobre cosméticos, maquiagem, culinária, viagens e afins, não necessariamente nessa ordem.
Meu ritmo intenso de trabalho sempre me fez adiar esse projeto. Meu dia-a-dia é tão corrido, tão cheio de luta que não sobra muito tempo para essas coisas. Além disso, a maioria das pessoas que trabalha comigo é homem, ouço tanto papo de homem o dia todo que fico carente, sinto falta dessas frivolidades, de leveza, de ser mulherzinha.
Então é isso, estou criando um blog de "mulherzinha"!
Acho que vida moderna e mercado de trabalho nos endurece demais, nós temos o direito de ser mulherzinhas!
Vem comigo??!!